segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Pérolas do Netflix - Sentidos do Amor

De David Mackenzie. Com Ewan McGregor e Eva Green. Drama / Ficção Científica, 2011, 92 minutos.

É preciso admitir: apesar do título em português não ajudar em nada, Sentidos do Amor (Perfect Sense), é aquele tipo de filme pra ser saboreado calmamente, ouvido com atenção, enfim, degustado como o melhor prato de um menu de comida italiana. É um filme pequeno, sem grandes investimentos em orçamento ou em elenco, mas capaz de compensar o espectador com uma história curiosa e arrebatadora, que te faz refletir sobre aquilo que é realmente importante em nossa vida. Ou mesmo de como significam para nós as pequenas ações do cotidiano, como ver e ouvir, sentir, cheirar, tocar.

Na curiosa trama que mistura drama com ficção científica, a humanidade padece de uma nova e surpreendente doença em que todas as pessoas perdem o olfato. Entre elas está um chef de cozinha - vivido com a já habitual paixão de sempre por Ewan McGregor - e uma médica infectologista - interpretada por uma carismática Eva Green. A situação, já dramática, piora, quando alguns passam a perder, também o paladar. O diretor David Mackenzie capricha nos diálogos, na trilha sonora e na fotografia acinzentada, que, somados aos ângulos de câmera muitas vezes próximos aos atores, tornam a experiência angustiante e claustrofóbica. Até a narração em off, muitas vezes o calcanhar de Aquiles desse tipo de obra, é instigante, coberta por imagens bem recortadas, capazes de envolver - e sufocar, é preciso que se diga - qualquer espectador. Ao final da sessão, é impossível não secar as lágrimas ao se ver envolvido por essa experiência que mexe com todos os sentidos. Uma verdadeira pérola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário